terça-feira, 30 de julho de 2019

Paper Excellence anuncia investimento da ordem de R$ 31 bilhões no Brasil

O maior investimento já anunciado no governo Bolsonaro - R$ 31 BI
(foto-Divulgação)

Guilherme Costa, Pedro Chang, Eduardo Bolsonaro, Jackson Wijaya e Josmar Verillo

A empresa Paper Excellence deverá investir até 2022, R$ 31 bilhões no Brasil de acordo com informação nas redes sociais, postada pelo Deputado Eduardo Bolsonaro, filho do Presidente Jair Bolsonaro. Eduardo que estava retornando da Indonésia, foi recebido em reunião com os controladores e diretores da Paper Excellence, em Jacarta.

Na oportunidade o Sr. Jackson Widjaya, Presidente da Excellence, apresentou ao deputado, um cheque simbólico no valor de R$ 31 bilhões, valor esse que deverá investir no Brasil em ampliação do polo industrial, com estimativa de 4.500 novas vagas de emprego. O ribeirãobonitense Josmar Verillo, consultor do  grupo, esteve presenta ao encontro.

Todos os presentes vestiram  batik, uma tradicional camisa formal na Indonésia.

Vejam o que disse Eduardo Bolsonaro
Hoje, 30/JUL, ainda sob o recesso parlamentar, retorno da Indonésia recebendo em Jakarta o cheque de R$ 31 bilhões da Paper Excellence. Esse valor será investido no Brasil até o final de 2022. É o maior investimento que eu tive notícia recentemente, só para se ter uma idéia toda a indústria automobilística investirá R$ 30 bilhões no mesmo período. Com isto estima-se a geração em torno de 4.500 empregos diretos e indiretos e mais outros 4.000 para a ampliação da fábrica. Além disso, a empresa pagará R$ 1 bilhão/ano para o Brasil a título de impostos. Isso só é possível graças ao novo governo Bolsonaro que com Paulo Guedes a frente da Economia e Moro na Justiça o Brasil deixa de ser o país da corrupção e do socialismo e começa a resgatar sua credibilidade internacional, o que se reverte em emprego para os brasileiros e maior saúde financeira para o Estado. Satisfação receber este cheque simbólico das mãos do Sr. Jackson Widjaya, mas para que o investimento de longo prazo seja efetivado é preciso que se resolva uma lide que hoje envolve a J&F, controlada pelos irmãos Joesley e Wesley Batista (JBS), e a venda da Eldorado celulose, que se encontra no ICC (Câmara Brasil-França, um tribunal arbitral) - vale lembrar que o BNDES tem perto de R$ 10 bilhões emprestados para a J&F e outros R$ 10 bilhões em participação societária na JBS (BNDESPAR). Ainda pude convidá-lo para a BIF (Brasil Investiment Forum) a ocorrer em São Paulo em outubro sob organização da APEX

Nenhum comentário: